Como declarar imóvel no imposto de renda

como declarar imóvel
4 minutos para ler

Toda informação é útil quando se trata de evitar problemas com a Receita Federal. Que o “Leão” não perdoa isso já é fato mais que conhecido. Para não cair na “malha fina”, é importante saber como declarar o imóvel ao fisco. Com a finalidade de facilitar sua vida, trazemos nesse post algumas considerações importantes acerca do assunto. Acreditamos que ajuda é sempre bem recebida em horas nas quais a burocracia assusta e as dúvidas são muitas. Vamos ver um pouco mais sobre o assunto?

Como declarar imóvel: conheça as regras principais

Contribuintes que devem declarar o imóvel

Todo proprietário de imóvel acima de R$300 mil, deve declará-lo ao fisco. É considerado o valor de aquisição do bem, para fins da declaração de Imposto de Renda. E, anote aí: mesmo que você não esteja incluído em alguma outra regra que o obrigue a declarar Imposto de Renda, se possuir imóvel adquirido por esse valor ou acima, terá que declará-lo.

A organização e os prazos

Para fazer a declaração de Imposto de Renda e evitar problemas, é bom se preparar. Juntar documentos com antecedência é uma boa forma de lidar com a situação e sair sem nenhum prejuízo. Também é fundamental prestar atenção aos prazos que a Receita Federal divulga, para não ter que fazer tudo correndo ou arriscar-se a perder o prazo e pagar multa.

O preenchimento do formulário

Ser o mais específico possível quando preencher a Declaração de Imposto de Renda é indispensável. O valor total da propriedade e seu endereço precisam constar no documento que será enviado à Receita Federal. Caso o imóvel tenha sido adquirido no período referente à declaração, é necessário informar também a forma que o pagamento foi efetuado. Imóveis adquiridos ainda na planta não estão isentos de declaração, devendo ser declaradas as parcelas pagas, desde a primeira.

A posse do imóvel

Contrato “de gaveta” significa promessa de compra e venda. Nesse caso, a posse parcial do imóvel já resulta em obrigação de declarar o bem. Vale então, para quem ainda não possui a escritura definitiva da casa, apartamento ou comércio, a dica de especificar todos os detalhes da negociação. Ou seja, fazer constar o valor pago pela propriedade, se foi comprada à vista ou financiada, etc.

Para a venda de imóvel

É importante ficar claro que no caso de venda de imóvel, o valor a ser lançado na Declaração é igual à diferença entre o preço de sua aquisição e o valor total obtido com sua venda. Apenas o ganho de capital é tributado, então atenção a esse item! O imposto a ser pago sobre o ganho é igual a 15% do “lucro” recebido pelo contribuinte. Esse percentual é considerado no caso de Declaração de Pessoa Física.

Atualização ou não do valor do bem

Caso a ideia seja vender o imóvel, atualizar seu valor de aquisição pode representar vantagem. Para tal é necessário comprovar a valorização da propriedade. Se você fez reformas ou benfeitorias, tais como troca de pisos, janelas, portas, ou mesmo colocação de armários embutidos, e tiver notas fiscais dos serviços e materiais utilizados, pode juntar a sua declaração. Como o Imposto de Renda incidirá apenas sobre o seu “lucro” com a venda do bem, pode ser interessante atualizar seu valor.

Não é em todo caso que a Receita cobra em sua declaração: se você vendeu seu imóvel, e, em menos de 180 dias comprou outro (ou outros), não haverá taxação. Regra válida apenas para imóveis residências.

Mais preparado para fazer sua Declaração de Imposto de Renda? Nossas dicas te ajudaram a entender um pouquinho mais sobre como declarar um imóvel sem maiores transtornos? Deixe o seu comentário!

contato whats
Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

-
Open chat