Como começar a investir em Fundos de Investimento Imobiliário?

investimento imobiliário
4 minutos para ler

Pensando em investir em Fundos de Investimento Imobiliário? Essa pode ser uma alternativa bastante interessante para quem deseja fazer um pé-de-meia ou até obter um fluxo de renda mensal. Se você souber aproveitar as vantagens disponíveis e tomar alguns cuidados básicos, a modalidade pode trazer excelentes resultados.

Inclusive, esse tipo de investimento pode ser uma alternativa mais vantajosa se comparado ao investimento direto em imóveis. Ao adquirir cotas de fundos imobiliários, é possível se tornar sócio de alguns dos principais empreendimentos imobiliários do país.

Entenda, a partir de agora, como você pode começar a investir em fundos imobiliários e os fatores que precisam ser analisados:

O que são Fundos de Investimento Imobiliário (FII)?

São uma espécie de “condomínio fechado” dividido em cotas, que podem ser compradas por qualquer pessoa. Através deles, você pode investir em empreendimentos imobiliários como shoppings, prédios comerciais, hospitais, entre outros.

Os rendimentos (lucros) ocorrem, na maior parte das vezes, através de aluguel. Entretanto, também podem vir de alienações, locações ou arrendamento.

Quais são as principais vantagens?

Em primeiro lugar, a rentabilidade, que costuma ficar acima dos títulos públicos. O segundo ponto é a possibilidade de diversificação da carteira de investimentos como um todo — já que muita gente fica só na renda fixa ou ações — e também dentro dos próprios fundos imobiliários — já que você pode investir em fundos diferentes.

A terceira vantagem é a possibilidade de obter uma renda mensal, uma vez que os pagamentos são feitos todo mês. E o melhor: isentos de imposto de renda.

Como começar a investir em FII?

Os preços mais comuns de serem encontrados em um fundo que está sendo lançado ao mercado são R$ 100,00 ou R$ 1.000,00. Contudo, existem fundos de todas as faixas de valor. As cotas podem ser compradas de duas formas:

1. Você pode participar do IPO (Oferta Pública Inicial), como no mercado de ações, comprando as cotas direto do fundo.

Vejamos um exemplo: um fundo quer arrecadar 50 milhões de reais para adquirir um centro comercial. Esse valor é dividido em cotas, que serão vendidas para investidores. Se você fica sabendo da oferta e deseja participar, deve acessar a parte de investimentos IPO no site da corretora e realizar sua reserva.

2. Você pode comprar cotas de outros investidores no mercado secundário, através do Home Broker Rico, por exemplo.

Como escolher os fundos imobiliários?

Existem alguns pontos de análise recomendados ao investir em FII. Confira:

Yield Mensal

É calculado dividindo o último rendimento que o fundo apresentou (por exemplo, R$ 5,00) pelo preço atual dele no mercado (por exemplo, R$ 100,00). Neste nosso exemplo, o fundo teria um Yield Mensal de 5,00%.

O ideal é procurar fundos que apresentem uma relação melhor do que os títulos públicos, mas não necessariamente os mais baratos, já que esses podem oferecer muitos riscos.

Liquidez

Procure avaliar o número de negócios de um fundo imobiliário nos últimos 12 meses. Fundos que tenham uma média mensal superior a cem negócios por mês costumam ser mais seguros.

Diversificação

É recomendável escolher pelo menos cinco títulos de diferentes setores, como por exemplo: hotelaria, educação, indústria, escritórios, shoppings. Essa é a melhor forma de se proteger contra crises em determinadas áreas, como o turismo ou a indústria.

Outra opção interessante é optar por Fundos de Investimento Imobiliário de regiões e Estados diferentes, evitando também as crises específicas de uma parte do país.

Contratos de aluguel

Informe-se sobre o número de locatários do fundo que você pretende investir, pois isso pode fazer diferença nos rendimentos. Se for um imóvel comercial, por exemplo, invista em fundos que tenham vários locatários ao invés de uma única empresa pagando aluguel.

Dessa forma, você se protege contra eventuais desligamentos de contrato ou até mesmo inadimplência por parte dos locatários.

Realmente, os Fundos de Investimento Imobiliário são uma ótima opção para quem pretende lucrar no mercado imobiliário. Assim como todo investimento, é preciso fazer um planejamento e avaliar se a modalidade se encaixa no seu perfil.

Depois de ler este artigo, você já deu o passo mais importante: buscar informações para começar. Ainda ficou alguma dúvida? Qual é sua opinião sobre FII? Deixe seu comentário abaixo!

 
contato whats
Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

-