Entenda como usar o FGTS para comprar um imóvel

FGTS para comprar imóvel
4 minutos para ler

Entender como usar o FGTS para comprar imóvel pode ser um dado essencial no momento de adquirir uma residência. Hoje são muitas as formas de crédito e financiamento, mas o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço continua sendo uma das melhores alternativas a um grande número de trabalhadores.

Se você vem pensando em formas de comprar um imóvel e ainda não sabe como fazer, continue a leitura. Temos informações importantes que o ajudarão a compreender como realizar isso por meio de seu FGTS. Confira!

Veja as condições para usar o FGTS para comprar um imóvel

O FGTS é um fundo criado pelo governo na Caixa Econômica Federal no qual todo profissional tem automaticamente uma conta aberta ao trabalhar de carteira assinada. Foi criado para ser uma reserva de dinheiro ao trabalhador e também uma forma de financiar habitações e obras de saneamento básico e infraestrutura.

Veja quais são as condições para o uso do FGTS na compra de um imóvel:

  • ter trabalhado, no mínimo, três anos de carteira assinada, mesmo que de maneira não-consecutiva;
  • não estar financiando um imóvel no Sistema Financeiro de Habitação (SFH) no momento da compra por meio do FGTS;
  • não possuir um imóvel na cidade onde vai adquirir a residência;
  • o imóvel comprado por meio do FGTS deverá ser para fins de moradia, ou seja, não é possível fazer a compra como forma de investimento.

Como pode ver, a finalidade do uso do Fundo é para financiar residências em que o comprador vá viver nela. Dessa forma, não é possível investir, por exemplo, em um flat para aluguel por meio da utilização de seu FGTS. Tenha isso em mente antes de dar qualquer passo.

Entenda o que é o Sistema Financeiro de Habitação (SFH)

O Sistema Financeiro de Habitação, conhecido pela sigla SFH, é uma forma de financiamento regulada pela Caixa Econômica Federal, mas que pode ser usada em qualquer instituição financeira autorizada, tanto pública quanto privada.

A grande vantagem é sua taxa de juros, que não pode passar dos 12% ao ano e o limite de 10% a 30% da sua renda familiar como forma de precaver a sua organização financeira na compra do imóvel.

Fora do SFH, esses limites são imprevisíveis e você pode facilmente perder o controle das suas finanças e até mesmo do seu imóvel, que pode ser leiloado pela falta de pagamento. Cuide para que isso não aconteça.

Conheça o limite de financiamento

Os limites são definidos periodicamente pelo SFH e você deve acompanhar os valores estipulados por eles para saber quais os imóveis a sua renda permite financiar. Obviamente, a quantia disposta no seu FGTS vai influenciar na compra da residência que você pode adquirir.

De forma geral, o limite hoje estipulado pelo governo vai até o teto de R$ 950 mil, temporariamente colocado em R$1,5 milhão em 2017 como forma de aquecer o mercado.

Saiba como solicitar a utilização do FGTS

Para sacar o Fundo você precisará dos seguintes documentos:

  • carteira de trabalho;
  • comprovante de residência;
  • certidão de nascimento;
  • certidão de casado, se for o caso;
  • carteira de identidade;
  • CPF;
  • certidão de matrícula e IPTU do imóvel a ser comprado como forma de comprovar que está regularizado e apto para moradia.

Além disso, você precisará recorrer a um agente financeiro, que fará a retirada do Fundo em seu nome por meio de um documento assinado por você. Os agentes são nada mais que bancos, seguradoras, entidades de previdência e demais instituições, públicas ou privadas, que são autorizadas a prestar este tipo de serviço.

Se você entendeu como usar o FGTS para comprar imóvel e quer aprofundar seu conhecimento para realizar uma aquisição melhor, leia também nosso post sobre 4 formas possíveis de financiamento imobiliário no Brasil. Boa leitura!

contato whats
Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

-