Entenda o papel do fiador para alugar um imóvel

fiador para alugar um imóvel
4 minutos para ler

Alugar um imóvel é dar um passo bastante significativo em qualquer fase da vida. Alugar pode significar independência financeira (sair da casa dos pais), o início de uma nova fase (talvez em uma nova escola ou mesmo em uma nova cidade) ou a concretização de um relacionamento.

No entanto, apesar de ser uma realização, o processo de locação pode ser cansativo, já que exige uma longa lista de documentos e uma garantia. O mais comum é ter um fiador para alugar um imóvel, já que é menos oneroso do que contratar um seguro fiança, por exemplo.

No post de hoje, você entenderá melhor como funciona o aluguel de imóveis e o papel do fiador na negociação. Confira!

O que são garantias de locação?

Ao alugar um imóvel, são exigidos vários documentos do locatário ou inquilino para assegurar a saúde do contrato de locação. A imobiliária verifica se existem dívidas ou processos que poderiam prejudicar o proprietário do imóvel e exige uma garantia.

A garantia nada mais é do que algo que assegure ao proprietário que, caso o locatário não pague, haverá alguém que o faça. A ideia, portanto, é reduzir o risco de inadimplência.

Quais garantias são mais utilizadas? 

De longe, a garantia que mais se utiliza nas principais cidades do Brasil é o fiador. O fiador é uma pessoa da confiança do locatário, que deve possuir renda (normalmente exige-se 3 vezes o valor do aluguel) e um patrimônio, como um imóvel em seu nome.

Existe, ainda, o seguro fiança, que pode ser feito por meio de várias seguradoras e intermediado pela própria imobiliária. A contratação do seguro exige o pagamento de um valor anual, que transfere a responsabilidade do aluguel para a seguradora.

Como utilizar um fiador como garantia?

O fiador pode ser uma pessoa física ou jurídica que tenha uma renda superior a 3 vezes o valor do aluguel mais encargos (IPTU e condomínio). Normalmente são exigidos dois fiadores na locação do imóvel, porém isso deve ser checado com a imobiliária.

Também existem empresas que só aceitam fiadores da mesma cidade onde está localizado o imóvel, enquanto outras são mais flexíveis. É necessário que ao menos um dos fiadores tenha um patrimônio, sendo que o ideal é ter um imóvel quitado.

Ao conseguir os fiadores, o locatário interessado deverá ter todos os dados para preencher as fichas cadastrais, além de requerer que cada fiador assine o contrato de locação.

É muito importante que exista confiança mútua entre os locatários e os fiadores, já que se responsabilizar pelo aluguel de um bem é algo bastante sério.

Quais as vantagens de se ter um fiador para alugar um imóvel?

Ter um bom fiador pode acelerar a aprovação do aluguel, o que faz com que o processo de locação flua mais rapidamente. Além disso, é a única garantia que não gera nenhum gasto para os locatários.

O processo é bem simples: recomenda-se escolher as pessoas certas (parentes, pessoas próximas ou mesmo empregadores podem ser boas opções) e seguir o passo a passo junto a uma imobiliária de confiança.

Agora que você já conhece as vantagens de se ter um fiador para alugar um imóvel, que tal continuar aprendendo? Siga-nos nas redes sociais e acompanhe nossos conteúdos para saber mais sobre o mercado imobiliário! Estamos no Facebook, no Twitter e no YouTube.

contato whats
Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

-