As vantagens e desvantagens de morar em condomínios

9 minutos para ler

Morar em condomínios é muito comum no Brasil e em diversos outros países, afinal, é um tipo de moradia que oferece diversos benefícios.

Geralmente, quando pensamos em condomínios, logo lembramos de apartamentos, mas nem sempre isso é verdade. Isso porque eles podem ser de casas, sobrados e até de imóveis maiores como chácaras e sítios.  

O fato é que esse tipo de moradia oferece mais contato com as pessoas, uma convivência que precisa de muito respeito e compreensão para que dê certo.

Ademais, para algumas pessoas que nunca moraram em condomínio fechado, as mudanças podem ser estranhas, gerando, até mesmo, uma sensação de dúvida sobre a escolha.

Seja um condomínio de casa ou apartamentos, é importante considerar alguns pontos antes de preparar a mudança. Além disso, também é necessário conhecer as vantagens e desvantagens desse ambiente.

Você está pronto para abrir a porta de seu apartamento e dar de cara com seu vizinho? Consegue respeitar regras impostas para todos? Esses e outros pontos precisam ser discutidos com toda a família.

Por isso, neste artigo, vamos falar sobre o que é morar em condomínio, suas vantagens e desvantagens, para que você faça a escolha certa e goste de onde pretende morar.

Condomínios em alta no Brasil

Os condomínios residenciais já não são nenhuma novidade no Brasil, eles existem há muito tempo, mas vêm conquistando cada vez mais pessoas.

Isso tem acontecido, porque a situação da segurança pública em nosso país é uma questão preocupante, o que leva muitas pessoas a procurarem locais com portaria para condominios, pois são espaços mais seguros pelo controle de entrada e saída.

Apesar de serem mais seguros, algumas pessoas se sentem presas nesses ambientes ou, simplesmente, preferem não compartilhar espaços com vizinhos.

Independentemente desses pensamentos, existem muitas vantagens e algumas desvantagens de morar nesses espaços. Então, vamos falar melhor sobre esses pontos a seguir.

Vantagens de morar em condomínios

Antes de optar por não morar em condomínios, é importante conhecer algumas vantagens desse tipo de moradia, tais como:

1 – Mais segurança

Esse é um dos fatores que mais pesam na hora de escolher entre morar ou não em condomínios. 

Nesses ambientes, a integridade dos moradores é o que mais importa e faz com que todos valorizem a segurança que eles oferecem.

As empresas de administração de condomínios investem em aparatos importantes, como:

  • Cerca elétrica nos muros;
  • Portaria 24 horas;
  • Segurança profissional;
  • Câmeras;
  • Sistemas de monitoramento;
  • Alarmes.

Tudo isso é incluso na taxa condominial, dividida entre todos os moradores, o que dispensa a necessidade de contratar serviços de segurança pessoal.

2 – Bons espaços de lazer

Os condomínios sempre oferecem alguma área de lazer, tanto coletiva quanto individual. Esses espaços trazem conforto, comodidade e mais qualidade de vida.

Antigamente, algumas opções mais comuns eram o parquinho e a churrasqueira, mas a infraestrutura desses espaços evoluiu muito.

Hoje eles contam com opções que incentivam a saúde e a convivência social, como:

  • Saunas;
  • Piscinas;
  • Quadras de esporte;
  • Salão de festas;
  • Academia.

Essas áreas incentivam a prática de esportes e o lazer em sociedade. Para as crianças é ainda mais benéfico, pois podem construir amizades e aprender muito com isso.

3 – Eventos sociais e vida em comunidade

Os condôminos têm um senso de comunidade mais forte do que pessoas que não moram em condomínios. Isso porque, além dos espaços de lazer, é comum que esses locais organizem eventos sociais.

Exemplos disso são festas organizadas por uma administradora de condomínios residenciais, como carnaval, festa junina, halloween, entre outros.

Famílias com filhos têm a possibilidade de compartilhar experiências e laços de amizade mais fortes, e as crianças podem experimentar uma sensação de liberdade ainda maior.

4 – Maior aproximação com a natureza

É muito comum que os condomínios preservem ou invistam na construção de áreas verdes, que proporcionam caminhadas e atividades físicas ao ar livre.

Para quem tem o hábito de cultivar plantas e hortas, alguns condomínios oferecem até mesmo espaços individuais que estimulam essa prática.

Por isso, quem prioriza a qualidade da alimentação para a família pode encontrar nos condomínios a oportunidade perfeita para cultivar seus próprios alimentos.

Quem tem animais de estimação pode proporcionar aos pets espaços ainda melhores para se sentirem mais livres e gastarem energia.

5 – Valorização rápida dos imóveis

Por conta de serviços como manutenção de bombas de água e outros, os imóveis em condomínios fechados se valorizam muito mais rápido.

Isso porque eles contam com infraestrutura planejada adequadamente, além de todo o serviço de segurança que valoriza ainda mais as casas e apartamentos.

Portanto, comprar um imóvel em um condomínio fechado também representa um excelente investimento.

Desvantagens dos condomínios

Assim como qualquer escolha que fazemos e qualquer outro tipo de moradia, os condomínios também possuem algumas desvantagens, tais como:

1 – Taxa mensal fixa

O primeiro pensamento que vem à mente das pessoas que querem comprar um imóvel é se livrar de uma vez por todas do aluguel.

No entanto, quando se trata de condomínios, para manter serviços importantes, como reforma de quadras esportivas, é necessário o pagamento de uma taxa mensal para serviços do condomínio.

2 – Menos privacidade

Por conterem muitos espaços comuns, é normal que surjam alguns atritos, seja por conta de reservas ou pela maneira como as pessoas os utilizam.

Para evitar problemas, é necessário estabelecer regras aprovadas entre os condôminos e que estas sejam respeitadas.

Além disso, mesmo que seja um condomínio de casas, é comum que haja maior proximidade entre os imóveis, além da ausência de muros.

Portanto, se você é uma pessoa que gostaria de morar em um local com sistema de portaria inteligente, mas preza pela privacidade, precisa ver qual das duas opções é mais viável.

3 – Possíveis problemas com barulho

Morar em condomínio significa respeitar algumas regras básicas de convivência, como evitar festas até tarde e conversas em volume alto.

O horário de silêncio é bem rígido, portanto, a liberdade de uma casa individual não existe dentro dos condomínios, sendo necessário respeitar os vizinhos.

Além disso, esse tipo de lugar reúne muitas crianças e adolescentes, que brincam e conversam com os amigos nos espaços em comum. 

Portanto, se você prefere um lugar mais silencioso, um condomínio pode não ser uma boa opção.

4 – Regras e normas

É importante respeitar as normas e regras do condomínio, pois um serviço de instalação de cameras  é capaz de filmar qualquer tipo de delito ou ação proibida, acarretando em multas e problemas.

5 – Possíveis restrições a animais

Alguns condomínios proíbem a presença de animais, portanto, se você tem um pet, verifique a regulamentação do local antes de se mudar.

O que considerar antes de se mudar para um condomínio

Existem alguns aspectos que devem ser considerados antes de pensar em se mudar para um condomínio. Exemplo disso é avaliar o perfil da família e o seu próprio perfil.

Entenda quais são os pontos considerados indispensáveis e as considerações de cada membro da família, pois isso é extremamente importante para a escolha.

Reflita qual será a composição familiar em médio e longo prazo, se pretende ter mais filhos ou se eles pretendem se mudar em breve.

Essas informações são importantes para decidir o tamanho do imóvel e também a prestação de serviços para condomínios ideal para todos.  

Também é importante fazer uma cotação de preços, tanto no que diz respeito ao valor do imóvel quanto da taxa condominial.

Ao planejar antecipadamente a mudança, você descobre o quanto está disposto a pagar e se tem condições de arcar com todas as despesas.

Também é importante considerar os hábitos de lazer de todos os membros da família, para escolher o condomínio que ofereça todos ou, pelo menos, boa parte deles.

Estar atento às necessidades de quem vive com você vai ajudar a decidir se morar em condomínio corresponde ao estilo de vida que agrada a todos.

Isso evitará problemas e conflitos que podem desestabilizar a família e colocar em risco, até mesmo, a qualidade de vida e bem-estar de todos.

Conclusão

Tudo tem seus prós e contras, então morar em condomínio fechado também. Por isso, outra boa dica é visitar os locais para conversar com moradores, avaliar a infraestrutura e as regras, para ver se tudo se encaixa ao seu estilo de vida.

É importante conhecer bem o ambiente e imaginar com a família se sentiria vivendo ali, essa visualização ajudará a ter uma perspectiva mais certeira e que agradará a todos.

De qualquer forma, sempre que escolhemos viver em um condomínio, escolhemos viver com mais conforto e segurança. Preocupações comuns de quem vive em imóveis individuais nunca mais existirão.

Portanto, se você está pensando em se mudar para um condomínio, siga as nossas dicas e faça uma boa escolha.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

contato whatsPowered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

-
Open chat