O que esperar do mercado imobiliário nos próximos anos?

mercado imobiliário
3 minutos para ler

Quem está inserido no mercado imobiliário sabe que este se trata de um ambiente extremamente dinâmico e que, como outros grandes mercados, é influenciado fortemente pelos acontecimentos políticos e econômicos do país.

Nos últimos anos, o Brasil viveu diversas situações que causaram impactos nesse mercado, gerando diferentes oportunidades para o mercado imobiliário. Acompanhamos um crescimento animador entre 2008 e 2010 e uma desaceleração a partir de 2013.

Tendo em vista essa realidade, preparamos algumas informações para te ajudar a entender o comportamento do mercado nos próximos anos.

Algumas perspectivas

Como se sabe, de 2008 a 2012 o mercado imobiliário viveu um ótimo momento, com a economia estabilizada e as linhas de crédito de fácil acesso aumentando. O número de lançamentos cresceu e a venda de novas unidades atingiu ótimos índices.

Porém, após 2013, a economia desacelerou e ficou mais instável e frágil, trazendo impactos para o mercado de imóveis. As linhas de crédito diminuíram e as taxas de desemprego aumentaram, diminuindo a busca por financiamentos de longo prazo.

Apesar disso, para os próximos anos temos algumas possibilidades. Em 2016 a economia ainda deve permanecer em retração, ou seja, o mercado ainda pode permanecer em baixa, principalmente porque não há previsão de crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) para este ano, mas em 2017, se o governo ajustar a economia e encontrar soluções viáveis para a diminuição do desemprego e para o aumento de linhas de crédito, o mercado imobiliário pode iniciar um novo período de aquecimento.

Mesmo com as dificuldades, há possibilidades de bons investimentos. Veja só!

Possibilidades de investimento no mercado imobiliário

Mesmo com uma situação não muito favorável, é possível encontrar bons negócios. Isso porque as pessoas gostam de fazer investimentos em imóveis, que em geral indicam segurança e estabilidade.

Uma boa dica para esse momento econômico é diversificar o portfólio, com especial atenção para os imóveis menores e com boa localização. Esse nicho de mercado tem crescimento constantemente, alavancado por profissionais jovens e solteiros.

Aliás, essa é uma característica do mercado atual: a diversidade de perfis. Antes, apenas famílias compravam imóveis e, por isso, épocas de férias escolares e feriados eram utilizadas para essa busca. Hoje existem outros perfis (como os jovens profissionais) que buscam investir em imóveis e que podem fazê-lo em qualquer época do ano.

Por isso, é importante que você conheça o perfil do comprador mais recorrente e que foque em suas necessidades.

Ferramentas importantes

Algumas ferramentas são extremamente importantes para garantir bons lucros nesse momento.

A primeira delas é a divulgação direcionada. Instrumentos como o marketing digital (redes sociais, e-mails marketing, chats e outros) podem trazer interação e facilitar o acesso dos clientes aos seus imóveis.

Outra ferramenta essencial é o apoio de profissionais do mercado imobiliário no planejamento dos investimentos e na diversificação do portfólio. Além disso, eles podem te ajudar a entender como a situação econômica atual influencia diretamente a sua realidade.

Portanto, mesmo com uma situação econômica instável, o investimento no mercado imobiliário é uma boa alternativa e pode trazer lucros crescentes.

Gostou das nossas dicas? Então compartilhe este artigo em suas redes sociais!

contato whats
Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

-