Como desenvolver o projeto de cozinha ideal?

8 minutos para ler

Uma pergunta bastante comum no universo da construção civil é sobre como desenvolver um projeto de cozinha ideal. Pois bem, é certo que muitas pessoas se preocupam em desenvolver a decoração da sala e dos quartos, mas deixam a cozinha de lado. 

No entanto, a cozinha também pode ser confortável e sofisticada, como todos os outros cômodos de uma casa. Ou seja, é possível sim ter um espaço bonito e confortável, bem como que atenda todas as demandas necessárias de uma cozinha.

Inclusive, em muitas residências, a cozinha é ampla e se torna tanto o local para um café da tarde, como para um jantar especial. Ou seja, vai além de um ambiente somente para o armazenamento e preparo dos alimentos, ou para guardar louças e lavá-las. 

Portanto, deve-se ter uma atenção especial ao projetar o espaço, principalmente para combinar a funcionalidade com a estética desejada. Pois bem, sem mais delongas, siga a leitura e confira tudo o que separamos para você neste artigo!

Afinal, o que seria uma cozinha ideal?

Muitas pessoas consideram a cozinha como o coração da casa, outras nem tanto. Mas de toda forma, estes espaços estão ganhando cada vez mais credibilidade, especialmente em termos de design e reforma.

Portanto, em outras palavras, quando se trata da construção reforma engenharia civil de uma casa, a cozinha é tão importante quanto qualquer outro cômodo, sem falar no fato de que ela deve ser funcional e bonita.

Isso porque, é nesse local que ocorre o preparo de todos os alimentos e refeições. Pensando nisso, a cozinha deve ser prática, deixando panelas, talheres, pratos e copos em um acesso fácil para os moradores, afinal, quanto menos complicação, melhor.

Como uma forma de ajudar na transformação e montagem desse espaço, vamos ver agora algumas dicas importantes!

Dicas para projetar a sua cozinha ideal

Como mencionado, é certo que planejar uma cozinha pode ser um grande desafio devido às peculiaridades que esse ambiente demanda. No entanto, esse processo não precisa ser nenhum bicho de sete cabeças. 

Portanto, ao planejar sua cozinha ideal, você deve ter em mente que precisará de uma equipe profissional, que pode envolver um time responsável pela elaboração de projetos instalações elétricas, outro voltado à arquitetura e mais um para cuidar da decoração. 

Inclusive, ao trabalhar com todas essas equipes, você aumenta a chance de fazer uma reforma/construção mais segura, completa e, claro, mais econômica, ou seja, sem gastar com materiais que não serão tão úteis assim durante o processo.

Pois bem, como prometido anteriormente, separamos algumas dicas que vão te orientar sobre o que fazer para que o desenvolvimento da sua cozinha seja completo e bem executado, evitando problemas futuros.

1 – O planejamento é o primeiro passo

Qualquer projeto para dar certo precisa de planejamento, e, obviamente, não seria diferente para a projeção da cozinha ideal. Até porque são necessários cuidados importantes não só para a estética, mas também para a funcionalidade desse ambiente.

Acredite, na hora de projetar os espaços, 5 cm podem fazer muita diferença e também podem acabar prejudicando a entrada de pessoas e a fluidez no espaço, por isso é preciso muita calma e concentração para não errar em nada. 

Inclusive, antes de sair comprando eletrodomésticos ou contratando uma empresa para fazer a instalação de ar condicionado split, é preciso que você tenha em mãos a planta do projeto, visando evitar gastos desnecessários em produtos que não caibam na cozinha. 

2 – Não tenha pressa

No planejamento de uma cozinha, entram em jogo muitas variáveis, algumas pessoais, ou seja, àquelas relacionadas a hábitos, e outras objetivas, que são as relacionadas ao espaço como um todo. 

Portanto, é essencial não ter pressa e fazer com calma todos os processos do planejamento, por exemplo, avaliar o espaço, contatar fornecedores, projetar a cozinha, modelar revestimentos, comprar pvc expandido, entre muitas outras funções.

E essa ideia é ainda mais verdadeira se a cozinha for em conceito aberto com a sala. Neste caso, a harmonia dos elementos, objetos e acabamentos de decoração deve ser ainda mais precisa. 

3 – Planeje os itens que terá em sua cozinha

Embora tenha sido dito que não se deve comprar eletrodomésticos e fazer instalações antes de ter a planta do projeto, isso não quer dizer que eles devam ser deixados para o final. Até porque eles fazem parte da cozinha e devem fazer parte do seu planejamento.

Ou seja, ao invés de sair comprando, coloque tudo o que você precisará em um papel. Inclusive, para facilitar, você pode marcar a data que pretende ir às compras, assim você já prepara o seu orçamento. A lista ficaria mais ou menos assim:

É importante dizer que todas essas decisões impactam na forma como a cozinha deve ser projetada e desenvolvida, por isso, os itens devem ser pensados com antecedência para otimizar tempo, dinheiro e espaço.

4 – Dê prioridade à fluidez do ambiente

Para uma melhor fluidez na cozinha, é interessante que ela seja dividida em áreas de uso, como armazenamento, limpeza e cocção. Inclusive, existem alguns estudos que falam da organização do triângulo, que é ideal para otimizar todas estar áreas citadas.

É certo dizer que isso pode ser feito com a ajuda de um fornecedor de janelas de alumínio e portas, que indicará o melhor tipo para o espaço. Ou, se o morador achar melhor, a fluidez pode se dar com o uso de pisos diferentes no local, limitando as áreas.

5 – Se você cozinha regularmente, opte por coifas e depuradores

Muito se ouve falar sobre os equipamentos, mas poucas pessoas entendem realmente a função deles. Pois bem, coifas e depuradores de ar funcionam como protetores contra respingos de gordura e comida, mantendo a cozinha limpa e sem cheiros desagradáveis. 

Inclusive, é certo dizer que essa é uma área que fica continuamente suja, principalmente se o morador gosta de testar receitas novas, gerando aquela bagunça e cheiro forte. Ou seja, as coifas e os depuradores ajudam a evitar que o aroma invada a casa toda.

Uma outra forma de deixar esses elementos mais completos, é apostando na contratação de uma empresa de alarme de incêndio, que pode inserir o equipamento juntamente na coifa/depurador, evitando os tão temidos acidentes domésticos com fogo.

6 – Pense também na iluminação do espaço

Assim como todos os outros cômodos, uma cozinha também deve ter uma boa iluminação que se adeque ao ambiente, por isso é sempre muito importante pesquisar bastante antes de escolher qualquer luminária.

É preciso pensar na cor e na temperatura das lâmpadas, pois elas podem afetar o ambiente como um todo. Por exemplo, cozinhas com cores de iluminação muito amarelas tendem a ser menos convidativas do que aquelas com cores brancas mais neutras.

Porém, isso não é regra. Depende do seu objetivo ou do que espera. Além disso, existem lâmpadas de LEDs e outras possibilidades para quem quer dar um toque único e charmoso à cozinha, basta você procurar a fábrica de luminárias SP mais próxima.

7 – Encontre o ponto de equilíbrio entre estética e praticidade

É importante destacar que não existe uma solução única quando se trata do projeto de uma cozinha, pois cada pessoa tem uma visão sobre sofisticação e praticidade. Então, é preciso entender mais sobre a rotina do morador, principalmente para criar um espaço útil.

Além disso, existem várias realidades, ou seja, para muitas pessoas, por exemplo, a estética é mais importante que a praticidade. Já para outras pessoas, o contrário é mais relevante. Ou seja, não existe um certo ou errado, existe o melhor para cada caso. 

Inclusive, em muitos casos, a estética e a praticidade se tornam melhores amigas, bastando que você encontre um ponto de equilíbrio entre os conceitos. Para ajudar nisso, é interessante contar com designers modernos e arquitetos experientes.

Considerações finais

Com as dicas oferecidas durante esse material, com certeza será mais fácil para você montar uma cozinha que atenda às suas demandas. Ademais, contar com especialistas da área e fazer um planejamento cauteloso, geram diversos benefícios para o espaço todo.

Assim, as vantagens de ter uma cozinha projetada para cada necessidade são várias, por exemplo:

  • Cozinha igual ou próxima do que foi planejado;
  • Maior harmonia entre as cores do ambiente;
  • Maior harmonia entre os acessórios do ambiente;
  • Maior possibilidade de satisfação;
  • Melhor subdivisão das zonas da cozinha;
  • Entre outros fatores.

Depois desse artigo, basta que você sente, avalie seu orçamento, fornecedores e possibilidades, principalmente para criar algo que não afete a sua renda, gerando problemas futuros para toda a sua estrutura familiar.

Agora só nos resta desejar uma boa reforma ou construção, e que você consiga criar a cozinha dos sonhos!

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

contato whats
Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

-