Vidros além dos espelhos e janelas: como explorar esse material em sua decoração

Vidros na decoração.
8 minutos para ler

Sendo utilizado por muitos arquitetos e por pessoas que gostam de decoração, este material tem se tornado tendência em diversas áreas que abordam principalmente o décor. Então, hoje veremos a utilização dos vidros além dos espelhos e janelas.

O vidro é um material que vem sendo utilizado comumente em janelas e espelhos e, embora seja o lugar mais comum de serem vistos, diversos arquitetos utilizam o item em seu estilo de decoração, tendo ganhado bastante destaque nos últimos anos.

Porém, assim como tudo no mundo, novas tendências foram descobertas e o estilo está sendo cada vez mais utilizado, dando mais possibilidades para todos aqueles que buscam trabalhar com esse material, seja em uma cerca de vidro ou em outra finalidade.

No decorrer deste texto, apresentaremos diversas formas de trabalhar com vidro e modos de explorar esse material, porém, antes disso iremos te passar algumas informações gerais para que fique mais fácil compreender a plenitude e complexidade dele.

O vidro e suas características

Embora seja senso comum que o vidro é moldado e trabalhado, são poucas as pessoas que sabem realmente como é o processo de fabricação e de modelagem do vidro. Inclusive, alguns materiais são mais fáceis de se trabalhar, enquanto o vidro tem complicações.

Muitas coisas devem ser levadas em conta na hora de comprar e escolher o vidro, como o seu tipo, espessura e cor, além do preço que pode não ser o mesmo em toda loja, desde o mais comum até o vidro laminado temperado.

Os tipos de vidro variam bastante, sendo os resistentes a impactos que chamamos de temperado, ou quando juntam duas ou mais placas para ser mais resistentes e chamados de laminado. Além das diversas placas de textura que chamamos de serigrafado.

Também tem o insulado, que são duas placas unidas em um perfil de alumínio. Cada um desses tipos de vidro tem uma finalidade própria e é melhor utilizado em determinada situação, podendo ser aplicados desde estruturas metálicas até residências comuns.

Existem outros tipos de variação que vão como a espessura do vidro que difere uns dos outros, a cor que também é bastante diferenciada e pode mudar o preço e algumas propriedades, além de ser aplicado a situações muito específicas.

Agora que você entende melhor como são os tipos de vidro, suas características e algumas formas que ele é moldado, veremos onde ele pode ser aplicado além dos espelhos e janelas, que já são bastante convencionais.

Explorando as possibilidades de aplicação do vidro

Desde um projeto de paisagismo de alto padrão até mesmo em lojas ou residências menos luxuosas, as formas de utilizar o vidro e as tendências do mercado têm sido cada vez mais criativas e inovadoras, e é sobre elas que iremos falar agora.

01 – Escada de vidro

Embora não seja muito convencional e as pessoas subestimem bastante a qualidade e o potencial do projeto, as escadas de vidro são uma ótima alternativa para a sua decoração e podem ser inseridas na sala de estar ou como principal chamariz de um andar em edifícios.

Além de serem muito belas e passarem uma aparência de luxo e de requinte, as escadas de vidro passam a impressão de que o cômodo onde ele está é maior do que realmente é, podendo ser criado e moldado inclusive com um guarda corpo inox com vidro.

É bastante vantajoso utilizar este estilo de decoração não só pelas características já citadas, mas também para pessoas que têm um limite de espaço em seu projeto, fazendo com que o vidro seja melhor aproveitado.

Algumas vantagens e benefícios de se utilizar as escadas de vidro são:

  • Vidros são muito elegantes;
  • Muitas possibilidades de aplicação do vidro em escadas;
  • Embora não pareça, vidros são muito resistentes;
  • Combinam com qualquer outro material complementar.

Por ser neutro, o vidro pode ser considerado uma espécie de coringa e se aplica a quase qualquer composição ou material, sendo assim muito útil tanto no exemplo acima de escadas quanto em uma instalação de fachada pele de vidro.

02 – Instalação de teto de vidro

Embora sejam mais comuns em ambientes mais luxuosos ou que necessitam de alta demanda de luz natural, instalar um teto de vidro em sua residência ou comércio pode ser uma mescla de situação ideal com uma decoração bonita e diferente.

Podendo ser aplicado em uma área gourmet, jardins de inverno ou simplesmente em um lugar onde as pessoas possam se alimentar, essa ideia pode vir a calhar a ambientes que, teoricamente, seriam áreas livres.

É normal que a alta exposição ao sol, a longo prazo, acabe danificando móveis que ficariam ao ar livre, evitando que você precise trocar e comprar novos móveis com mais constância.

Diferentemente de um retrofit de iluminação, o vidro também protegeria a área contra outros elementos naturais que poderiam ser bastante prejudiciais às pessoas e aos móveis, como chuva e tempestades, além do vento forte.

03 – Utilize vidro no chão também

Assim como citado, algumas possibilidades de utilização do vidro em paredes, espelhos e no teto, existe ainda uma outra que é a aplicação do chão, servindo de piso. 

Diferentemente do medo comum de muitas pessoas, o vidro é extremamente resistente e cria um ambiente muito bonito, mesmo quando aplicado como piso.

A ideia é utilizar o efeito transparente e posicioná-lo de modo que mostre alguma vista interessante e que desperte curiosidade a todos aqueles que irão se deslocar por meio daquele lugar, seja em um corredor, varanda ou até mesmo pedaço de uma sala.

É interessante como o vidro pode ser aplicado em diversos lugares,  buscando sempre o mesmo efeito, desde o piso que é o que estamos discutindo no momento até mesmo toldos de vidro temperado.

Servindo de paisagem para o outro lado do piso, pode ser posicionado algumas pedras bonitas, dando um ar decorativo muito belo e refinado, ou, caso seja possível, um pequeno lago onde passa água e alguns peixes. Lembre-se que tudo isso precisa de manutenção, mas não deixa de ser uma alternativa interessante.

Investir em cômodos menores, onde é necessário uma maior privacidade, pode ser uma excelente alternativa também. Em quartos infantis, do outro lado do vidro, pode-se adicionar decorações para que causem um efeito bastante curioso e belo.

04 – Tijolos de vidro transparentes nas paredes

Usados nos dias atuais, principalmente, como decoração, os tijolos de vidro são uma ótima adição quando pensamos em formas de divisão de locais, sendo bastante utilizados em ambientes de trabalho como escritórios e clínicas.

É uma ótima opção utilizar esses tijolos para fazer divisória ao invés de levantar toda uma parede para separar o cômodo. Além do trabalho e de toda a demora para fazer, o impacto é maior do lugar e menos bonito que a rápida e eficiente parede de tijolos de vidro.

Uma das vantagens é que, por ser transparente, é utilizado em diversos modelos e que variam desde decoração padrão até estilos de arquitetura, podendo atender a diversas tendências mais modernas dos dias atuais e economizarem menos espaço.

Por serem transparentes, ajudam na iluminação e não ofuscam a luz ambiente local, ajudando a manter o ambiente onde foram alocados a manter tudo igualmente consistente, aconchegante e, apesar de tudo, funcional.

Para aqueles que acreditam que utilizar estes tipos de tijolos pode tirar a privacidade de divisórias ou locais onde foram aplicados, existem modelos e opções onde o vidro é desfocado e ajuda a não enxergar o lado oposto.

Considerações finais

Podemos perceber no decorrer deste texto as diversas formas de aplicação que o vidro pode ter além dos já conhecidos e comuns espelhos e janelas, sendo um excelente e valioso aliado para os ambientes de decoração pelo mundo todo.

Embora seja um pouco mais difícil de se trabalhar do que a madeira, é evidente a imponência do vidro perante um ambiente que queira parecer mais luxuoso e requintado, podendo ser utilizado tanto em ambientes doméstico quanto empresarial.

De fato, pode ser mais caro de comprar, dependendo do lugar e da quantidade, obviamente, e é um investimento que pode não ser o ideal dependendo de onde more ou nas condições que reside, mas é inegável a flexibilidade do material e a quantidade de possibilidades.

Uma ideia interessante, caso queira utilizar, mas não tanto a ponto de tudo ser de vidro, é utilizar em lugares que visam e precisam ser mais bonitos, como salas de reuniões onde o foco é o relacionamento com o cliente, por exemplo.

Agora, adapte as dicas e orientações para a sua realidade e veja como o material de vidro pode ser útil no seu dia a dia.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

contato whats
Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

-
Open chat