Apartamento para morar sozinho: 4 pontos que você deve considerar

3 minutos para ler

A busca por imóveis é intensa nessa época do ano. Principalmente porque há muitos estudantes se mudando para outra cidade para começar o curso superior pelo qual batalharam tanto.

Se você, assim como tantos outros universitários, está procurando um apartamento para morar sozinho, saiba que é preciso levar em consideração alguns pontos para evitar transtornos e dores de cabeça.

Por isso, listamos os quatro principais aspectos que você precisa avaliar para escolher o imóvel ideal. Assim, você aproveitará com mais tranquilidade essa nova fase da vida. Confira!

1. Orçamento

O primeiro passo para escolher o apartamento é definir quanto você poderá pagar pelo aluguel. Isso norteará as outras decisões, como tamanho e localização. Lembre-se de verificar o que está incluso no valor do condomínio. Alguns são mais caros, porém, já incluem serviços como gás, água, energia elétrica e internet.

Por sua vez, há os mais baratos, mas que contam apenas com a manutenção geral do prédio e portaria 24 horas. Nesse caso, é preciso contabilizar os serviços para saber qual será o valor real gasto no aluguel.

2. Localização

Após definir a quantia a ser paga, pesquise a localização considerando suas necessidades. Escolha um lugar que seja próximo à faculdade ou que tenha acesso fácil a transporte público. Também leve em consideração a segurança da região, principalmente se você for estudar no período noturno.

Além disso, observe a oferta de comércio e serviços no entorno. Contar com supermercado, farmácia, padaria e restaurante perto da moradia facilitará muito a sua rotina.

3. Estrutura

Durante a visita ao imóvel no qual você está interessado, observe bem a estrutura. Não tenha pressa para isso. Verifique pintura, piso, fechaduras, se há infiltrações, abra armários, portas, janelas e torneiras. Escolher um imóvel em boas condições evitará gastos futuros com manutenções e reparos.

Além disso, considere o estado do prédio e os serviços do condomínio. De nada adianta pagar uma taxa mais cara se não aproveitar o que é oferecido, certo? Opte por prédios que atendam às suas necessidades. Por exemplo, optar por um que tenha academia é uma boa opção, pois não será necessário pagar pela mensalidade e deslocamento até outro local.

4. Tamanho

Geralmente, quem procura um apartamento para morar sozinho busca um lugar que tenha até 50 m², como uma kitnet ou um studio. É uma opção bastante econômica, pois o valor do aluguel é mais baixo, não requer muitos móveis e é fácil manter o local sempre limpo e organizado devido ao tamanho.

Quando a decoração é bem planejada, mesmo um apartamento pequeno oferece muito conforto. Considere como será a sua rotina para, então, saber qual metragem é a mais adequada para o seu perfil.

Agora que você já sabe quais são os principais pontos para analisar em um apartamento para morar sozinho, ficará mais fácil encontrar o lugar ideal. Em seguida, é só preparar a sua mudança e focar no que é mais importante nessa nova fase: a sua rotina como estudante universitário.

Quer saber ainda mais sobre o assunto? Então, não deixe de descobrir se comprar um apartamento no térreo vale a pena. Boa leitura!

contato whats
Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

-