Como conseguir um fiador? Conheça 5 dicas para te ajudar!

como conseguir um fiador
12 minutos para ler

Para quem está em busca de um imóvel para alugar, antes mesmo de achar o local ideal, é preciso saber como conseguir um fiador de aluguel. Apesar do processo de seleção de anúncios ser longo, sem o fiador você precisará arranjar outra garantia locatícia ou então desistir do negócio. Por isso, essa pessoa que irá te apoiar na locação é indispensável e essencial no processo.

A seguir, explicamos o que é o fiador, apontamos a importância desse profissional no processo de aluguel de um imóvel, damos dicas para conseguir um bom fiador e falamos sobre a importância de contratar uma consultoria especializada nesse processo. Precisa de ajuda? Então, confira!

O fiador e a sua importância

O fiador é uma terceira pessoa envolvida no contrato de aluguel, ao lado do locador e do inquilino. Nesse processo, ele é corresponsável pelo pagamento do imóvel, caso o locatário não o faça. Além do aluguel, o fiador tem responsabilidade sobre encargos e manutenção do imóvel, como pinturas, revestimentos, reparos e outros.

Para se tornar fiador, é necessário, geralmente, ter um imóvel na mesma cidade daquele que vai ser alugado. Quem quer exercer essa função não precisa ter nenhum grau de parentesco, mas deve ser uma pessoa idônea e respeitável.

Ter um fiador que participe do contrato de aluguel é essencial porque a locação é condicionada à sua existência. Esse instrumento foi criado para dar mais segurança ao locador no momento de estabelecer o contrato: a ideia é evitar prejuízos ao proprietário em caso de inadimplência do inquilino.

Por isso, para assegurar o contrato, é comum indicar um fiador. Vale lembrar, ainda, que embora a Justiça reconheça contratos e acordos verbais, para a segurança de todos os envolvidos é melhor que haja um contrato físico, impresso e assinado por todas as partes.

Requisitos necessários para ser um fiador

Na hora de entender como conseguir um fiador, qualquer pessoa física ou jurídica pode ser o indicado para assinar o contrato de aluguel. No entanto, é necessário que ela apresente uma renda líquida suficiente para cobrir o valor do aluguel e mais a soma dos encargos da locação, ou seja, os valores de condomínio e IPTU.

Outro fator importante é que o fiador deve ter ao menos um patrimônio quitado, de preferência um imóvel, mas pode ser automóvel ou outros bens.

No caso da pessoa física casada, o cônjuge deverá concordar com a fiança assumida. No caso de empresas, é preciso que o contrato social tenha uma cláusula que permita tal compromisso para que o responsável possa assinar o contrato de locação.

Riscos de ser um fiador

Assumir esse papel em um contrato de aluguel demanda que o fiador saiba que está se comprometendo com um possível risco financeiro e judicial. Por ser o detentor da dívida caso o locatário não pague o aluguel, ele coloca os seus bens em riscos caso não honre com o contrato.

Documentação necessária

Existem duas possibilidades de fiador: pessoa física e jurídica. Confira os documentos necessários para cada perfil.

Pessoa física:

  • ficha de cadastro preenchida e assinada;
  • documentos de identificação (RG e CPF);
  • comprovante de residência;
  • comprovação de renda;
  • declaração de Imposto de Renda atualizada;
  • caso tenha imóvel, apresentar a matrícula atualizada;
  • comprovante de estado civil. No caso do fiador casado, ele deverá apresentar os mesmos documentos do seu cônjuge.

Pessoa jurídica:

  • ficha de cadastro preenchida e assinada;
  • inscrição Estadual e CNPJ da empresa;
  • comprovante de endereço;
  • contrato social e alterações contratuais atualizadas;
  • RG, CPF e comprovante de residência dos sócios;
  • dois últimos balancetes e balanço atual;
  • declaração de Imposto de Renda atualizada;
  • comprovante de imóveis, veículos e bens da empresa e sócios.

Mesmo com a relação de documentos descrita acima, em ambos os casos a imobiliária poderá solicitar qualquer outro tipo de comprovação.

Conheça as 7 dicas para encontrar um fiador

Agora que você já sabe a importância do fiador para o processo de aluguel de um imóvel, conheça 7 dicas que podem ajudá-lo a encontrar um. Acompanhe!

1. Não fale com qualquer pessoa

É o fiador quem deve assumir a obrigação de pagar o aluguel caso o inquilino, por algum motivo, não possa fazê-lo. Portanto, não convém conversar com qualquer um sobre o assunto. Trata-se, afinal, de um compromisso muito importante, que envolve dinheiro e confiança.

Por isso, o ideal é conversar primeiramente com as pessoas mais próximas que podem estar dispostas a fazer esse favor, justamente pela intimidade que há entre vocês. Inicialmente, pode ser pais, irmãos, avós, tios ou outros parentes — eles podem ser os mais indicados para se tornarem fiadores do seu aluguel.

Se, por qualquer motivo, eles não puderem assumir esse compromisso, converse com os amigos mais próximos, explicando todos os pontos do contrato e quais as responsabilidades.

2. Procure alguém com condições de ser fiador

Não basta que alguém tenha a boa vontade de assumir o compromisso de ser fiador. É essencial que essa pessoa seja capaz de comprovar que tem condições de pagar o aluguel, caso você se torne inadimplente.

Geralmente, as imobiliárias exigem que o fiador seja proprietário de pelo menos um imóvel. Afinal, é isso que assegura que ele vai ter condições de arcar com o compromisso em seu lugar, se necessário.

Ou seja, não adianta falar com seu melhor amigo — mesmo que ele tenha total disposição para ajudar —, se ele não puder comprovar que pode assumir a função. É essencial que você deixe claro, quando conversar com potenciais fiadores, que a capacidade de assumir esse encargo é uma premissa para que ele seja fiador.

3. Seja transparente

É preciso considerar que existem pessoas com condições de serem fiadoras, mas que, por qualquer motivo, não sabem de fato o que isso representa. Portanto, explique a elas muito bem as responsabilidades envolvidas nesse compromisso.

Vale reforçar que essa é uma relação de confiança que requer o máximo de transparência em relação a todos os detalhes. Por isso, você deve deixar claro para o candidato a fiador os pontos que ele vai assumir ao aceitar essa função.

Não abra mão dessa transparência. Ela pode servir, inclusive, como argumento de convencimento: ao informar todos os detalhes da transação, você deixa evidente que faz questão que o potencial fiador entenda todos os compromissos que vai assumir se aceitar o encargo.

4. Seja objetivo

Quando conversar com alguém sobre a fiança, não contorne o assunto ou recorra a subterfúgios e rodeios para abordar o tópico. De forma tranquila, porém objetiva, vá direto ao ponto. A falta de objetividade pode ser interpretada como um artifício para enganar ou iludir. E isso não é nada conveniente para quem pede esse tipo de favor.

5. Mantenha-se firme

Seu fiador deve ter completa segurança de que você vai assumir a responsabilidade de pagar o aluguel de forma correta. Para deixar isso claro, mantenha-se firme em seu argumento e reforce que você se empenhará ao máximo para jamais ter de recorrer à fiança.

6. Negocie com a imobiliária

Se você não encontrar um fiador com as características solicitadas pela imobiliária, tente negociar as possibilidades. O interesse em fechar o negócio é de ambas as partes, tente expor o perfil do seu possível fiador e peça a eles uma nova opção para a garantia da locação.

Não desista do negócio antes que a imobiliária faça todas as propostas para que você consiga garantir o pagamento do aluguel.

7. Busque alternativas

No caso de não conseguir um fiador dentro do perfil solicitado pela imobiliária, crie algumas alternativas que podem ser aceitas pelo proprietário.

A alternativa mais comum é o depósito de três meses do valor do aluguel adiantado na conta do proprietário, como caução. Mas você também pode dar como garantia de pagamento um contrato usando o seu automóvel quitado, outro imóvel e até mesmo um título de capitalização.

Mas lembre-se que toda negociação deve ser registrada em cartório para resguardar ambas as partes. Ao final do contrato, tudo deve ser anulado e devolvido de acordo com os termos contratuais. Esse processo costuma ser mais oneroso, mas é uma saída para conseguir o aluguel sem precisar do fiador.

O auxílio de uma empresa especializada

Encontrar um bom fiador não é uma tarefa fácil. Afinal, ele deve preencher diversos pré-requisitos, já que seu papel é muito importante para que seja possível alugar um imóvel de boa qualidade. Por isso, vale a pena ter alguém que entenda do assunto para acompanhá-lo nesse processo. Assim, você evita cair em armadilhas que, infelizmente, são comuns no meio imobiliário.

Para tornar o processo de aluguel mais simples, é recomendável contar com o auxílio de uma empresa especializada e com profissionais experientes. Esses especialistas têm expertise no assunto para indicar as melhores alternativas para o seu caso.

Esse tipo de serviço não deve ser encarado como um custo, mas como um investimento. Afinal, o apoio de um consultor aumenta a segurança do inquilino no contrato e ajuda a evitar dores de cabeça futuras.

Os diferenciais da Imobiliária Panorama

Agora que você já aprendeu um pouco mais sobre a importância do auxílio de uma empresa especializada, vamos mostrar alguns dos diferenciais da Imobiliária Panorama. Confira!

Conhecimento do mercado local

Um dos grandes diferenciais da Imobiliária Panorama é o amplo conhecimento do mercado imobiliário local. Isso é ainda mais importante em uma cidade do interior como Toledo, que conta com boas opções em termos de propriedades, mas que também precisam ser garimpadas adequadamente para atender a todos os perfis.

Por ser um polo universitário, é muito comum que haja demanda por unidades bem localizadas, que tragam praticidade para a rotina e tenha um bom aproveitamento de cada metro quadrado. Por isso, se você for um estudante em busca desse tipo de lugar, somos a opção mais indicada para você.

Credibilidade no setor de imóveis

Pouco adianta encontrar um imóvel que se encaixe naquilo que você precisa se a empresa que intermediar a transação não for idônea, não é mesmo? Esse é um momento no qual economizar ou tentar fazer tudo por conta própria pode custar caro, visto que tanto a compra quanto a locação de propriedades envolvem altas quantias.

Sendo assim, você não pode menosprezar esse que é outro dos diferenciais da Imobiliária Panorama. Temos credibilidade e experiência no mercado imobiliário de Toledo, com inúmeras negociações bem conduzidas e proveitosas para todas as partes envolvidas, de acordo com as regras e leis do país.

Ampla carteira de propriedades

Uma boa empresa do setor imobiliário costuma ter uma ampla carteira de propriedades. Pois esse é outro dos diferenciais da Imobiliária Panorama! Contamos com profissionais experientes e capacitados, que conseguem prospectar os mais variados tipos de unidade, para que você encontre aquilo que deseja.

Temos muitas opções de casas, apartamentos, terrenos, lotes e lojas comerciais. São quase trinta anos nesse segmento, com centenas de imóveis, inclusive fora do município. Somos sinônimo de qualidade de serviço e agilidade de atendimento, com a melhor equipe e melhores parcerias.

Alternativas para locação sem fiador

Se o fiador de aluguel não for uma alternativa para você, não se desespere! Há outras formas de seguir com a locação do imóvel. Veja!

Cartão de crédito

O cartão de crédito é uma das opções de garantia locatícia que vêm se desenhando como uma opção popular para não precisar de um fiador de aluguel ou não ter que gastar dinheiro como um depósito caução, por exemplo. Quando você optar por utilizar esse tipo de modalidade, você ganha agilidade, uma vez que o processo não é burocrático e facilita muito a vida de quem depende do aluguel

Basta que a bandeira aprove a transação, mediante limite de crédito disponível para o cliente, que essa quantia é creditada para a imobiliária ou o corretor, fazendo com que a dívida, em caso de inadimplência, passe a ser de responsabilidade do dono do cartão com a administradora do mesmo, podendo ser quitada em questão de alguns dias.

Seguro fiança

Para garantir o aluguel, o inquilino tem a alternativa de contratar uma companhia de seguros para garantir o seguro fiança. Na prática, o que ocorre é que o locatário paga para a empresa anualmente o valor referente, usualmente, a um mês do aluguel. No entanto, ao final do contrato, esse valor não será ressarcido ao locatário.

Título de capitalização

É um título de crédito que o locatário compra direto com as empresas de capitalização. Essa modalidade foi criada para dar garantias em um contrato de locação. O custo desse título varia de acordo com o valor exigido pela imobiliária para o contrato.

A dúvida de como conseguir um fiador de aluguel é recorrente para quem vai alugar um imóvel. Isso porque esse indivíduo ainda representa a principal garantia para o locador na assinatura dos termos do contrato de aluguel de um imóvel. Por isso, é essencial ter cautela durante essa etapa do processo.

Gostou das dicas para saber como conseguir um fiador? Entendeu a importância de contar com ajuda especializada? Então não perca mais tempo e entre em contato conosco!

contato whats
Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

-