Conheça os 6 maiores desafios de morar em outra cidade

morar em outra cidade
4 minutos para ler

Conseguir um novo emprego ou passar no vestibular: independentemente do motivo, sair de casa sem a família para morar em outra cidade traz responsabilidades e também autoconhecimento. Talvez você já tenha pesquisado sobre o clima e lugares para frequentar, porém, a lista para fazer a mudança é maior do que aquela de viagens curtas.

Alguns desafios são comuns e, neste post, apresentaremos 6 deles, além de sugestões para você embarcar nessa nova fase da vida com mais segurança. Confira!

1. Fortalecer a sua autonomia

Quando você está em um novo cenário, você acaba desenvolvendo a própria identidade, tanto pessoal quanto acadêmica e profissional. Pense em como você gostaria de ser e tenha coerência com tal papel.

É o momento de assumir as responsabilidades. Na casa dos pais você pode encontrar a comida sempre pronta, mas o sabor da conquista é um tempero libertador. Se você aceita ser responsável pelo que te acontece, terá mais controle e influência em sua própria vida.

2. Equilibrar o tempo com as tarefas

Imagine poder acordar na hora que você quiser e arrumar o quarto quando achar necessário. Essa é uma das vantagens de morar sozinho. Porém, você precisará cuidar de tudo: casa, comida, roupas, compras, contas e o que mais surgir.

Para facilitar o dia a dia mantenha o ambiente organizado. Crie uma lista das tarefas e coloque-a em um quadro com os dias da semana. Assim você não perde o dia de colocar o lixo na rua nem se surpreende sem roupa limpa no guarda-roupas.

3. Traçar as melhores rotas de locomoção

Quando você decide se mudar, dá para escolher uma localização estratégica para a sua casa. Assim você economiza tempo, dinheiro e proporciona mais qualidade para sua vida nova.

Pense também na sua rotina. Tente prever seus trajetos pela cidade e veja se é possível ir a lugares como supermercados, academia ou a região central a pé. Uma cidade plana, por exemplo, permitirá o uso de uma bicicleta para agilizar suas idas e vindas. Esse exercício deixará sua vida mais prática depois de se mudar.

4. Descobrir os melhores pontos da cidade

Sim, os pontos turísticos! Essa dica vale mesmo que você não esteja indo morar em outra cidade. É importante conhecer o lugar onde você está e saber aproveitar os ambientes que gosta.

Se você gosta de natureza, por exemplo, procure saber de parques naturais, trilhas para fazer caminhada e cachoeiras. Esses lugares, mesmo que públicos, serão um refúgio agradável e familiar. Você ainda poderá levar seus amigos e parentes quando eles te visitarem.

5. Conhecer novas culturas e pessoas

Como conviver todos os dias com hábitos diferentes dos seus? Esteja pronto para o novo e reveja velhos padrões que já não se encaixam com você. Deixe sua cultura um pouco de lado e observe como as pessoas agem. Procure fazer novos amigos, ser gentil e flexível com todos. Mude e inspire mudanças!

6. Buscar saídas para enfrentar a distância dos amigos

Na mudança pode bater a vontade de colocar alguns bons amigos na mala. Hoje é possível levar até mesmo no bolso, já que com o uso das redes sociais você consegue encurtar a distância. Não é o mesmo que um abraço e uma conversa ao vivo, mas alivia a saudade.

Aos poucos você muda, seus amigos mudam e também surgem novas pessoas. As relações verdadeiras, se bem cultivadas, permanecerão mesmo com a distância. Lembre-se de reservar um tempo para encontrar e conversar com os amigos de verdade.

Morar em outra cidade exige muitas demandas, principalmente sair da zona de conforto, mas você ganha com descobertas, crescimento e um novo lar.

Se você gostou do post sobre os desafios de morar em outra cidade, confira também as 4 dicas para alugar o primeiro imóvel sem erros e conquiste um espaço para chamar de seu!

contato whats
Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

-