Saiba como planejar as instalações elétricas de seu imóvel

9 minutos para ler

Quem é proprietário de um imóvel sabe que a estrutura de uma casa é bastante complexa, envolvendo uma série de sistemas e elementos, como as instalações elétricas e hidráulicas. 

De fato, montar uma instalação completa não é uma tarefa simples, além de exigir conhecimentos técnicos específicos, de modo que a contratação de eletricistas, engenheiros e arquitetos é importante para a elaboração de um bom projeto. 

Conhecer a planta da casa e saber previamente os principais equipamentos que serão utilizados no imóvel é fundamental para que a estruturação da fiação e de outros itens seja suficiente para evitar panes.

Se montar um projeto para uma residência, que é uma edificação de menores proporções, já exige cuidado e capacitação, imagine como não deve ser o planejamento das instalações elétricas prediais, não é mesmo?

Justamente por isso, o proprietário de uma casa deve ter em mente que precisará investir na contratação de bons profissionais, que possam oferecer o suporte necessário para um sistema elétrico eficaz. 

Sendo assim, para quem precisa entender como realizar um planejamento de instalações elétricas no seu imóvel, este artigo pode ser de grande auxílio, trazendo informações interessantes sobre o assunto. 

Por isso, se você quer entender o que é um projeto elétrico, a sua importância e um passo a passo para garantir a qualidade do sistema de energia da sua casa, siga na leitura deste conteúdo.

O que é um projeto elétrico?

Um projeto de instalações elétricas se trata da elaboração de uma representação gráfica, onde todo o sistema que será aplicado na residência pode ser visualizado antecipadamente.  

No desenvolvimento de um projeto, é preciso definir em quais locais serão instalados:

  • Os pontos de iluminação; 
  • As tomadas; 
  • Os interruptores; 
  • Os circuitos elétricos; 
  • O quadro de distribuição; 
  • Os dispositivos de proteção.

Nesse sentido, é possível dizer que esse projeto deve estar contido dentro de outro, o da arquitetura da casa, já que ambos funcionam de maneira conjunta.

A importância de um projeto elétrico

A principal função de se elaborar um prontuário das instalações elétricas, que serão inseridas na sua casa, é garantir a segurança dos moradores do imóvel.

Afinal, para distribuir energia para todos os cômodos é preciso saber como fazer isso do modo correto, pois uma instalação não se trata apenas de escolher o local onde uma tomada estará posicionada. 

Para projetar como será executado o serviço dentro do seu imóvel é indispensável mapeá-lo, de modo que em futuras manutenções da rede da sua casa, seja possível saber exatamente onde estão localizados os elementos estruturais do projeto.

Os pontos importantes de um projeto elétrico

Antes de mais nada, a execução de um projeto de instalação elétrica possui regulamentações, que são enquadradas na NBR 5410, correspondente a instalações de baixa tensão.

Todo profissional envolvido no processo da sua casa deve possuir os conhecimentos abrangentes sobre as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), garantindo que todas elas sejam seguidas para evitar problemas posteriores. 

Também vale mencionar alguns dos elementos envolvidos no projeto, para que se tenha um maior entendimento sobre o assunto.

Os elementos potência, watt, fiação, voltagem e volt ampère

Você sabe o que é potência? Ela é a taxa de variação da energia, levando em consideração uma potência mecânica. 

Em outras palavras, trata-se da grandeza física que mensura a quantidade de força empregada em um certo período de tempo. 

A principal unidade de medida da potência é o Watt, sendo ele estabelecido pelo sistema internacional, mas o volt ampère (VA) também vem sendo considerado uma medida, sendo visto, em especial, na NBR 5410.

O VA é considerado uma potência prevista, sendo usado para determinar a dimensão do projeto, e não o consumo em si, já que esta é a função dos Watts.

Enquanto isso, a fiação é a estrutura responsável por conduzir toda a energia pelo imóvel, fazendo com que ela chegue nas tomadas e possa ser utilizada sempre que necessário, 

Por fim, a voltagem é a tensão elétrica mensurada em volts, sendo este a unidade de medida utilizada para mensurar aquela.

Depois de entender mais sobre os elementos que compõem uma infraestrutura elétrica, saber o passo a passo para a instalação pode ser importante para ter a certeza de que ela foi bem conduzida.

Passo a passo para a realização de uma instalação elétrica

A partir de um projeto arquitetônico, obtém-se a planta baixa da casa, onde as dimensões de cada cômodo são conhecidas e dão os subsídios necessários para que a instalação elétrica seja feita corretamente. 

Depois disso, é preciso seguir as principais etapas, que serão mencionadas a seguir.

01. Determinação da intensidade luminosa

A determinação da intensidade luminosa é feita de acordo com a preferência do proprietário do imóvel, para que os cômodos fiquem mais confortáveis e recebam a quantidade ideal de luz. 

Isso vale tanto para as áreas internas, onde podem ser posicionadas algumas luminárias pendentes para balcão ou para as externas, que podem receber diversos pontos de luz. 

Com a determinação da intensidade, é possível saber o intervalo entre as áreas e os cômodos, de modo a se seguir as normas estabelecidas.

02. Número de tomadas e interruptores

O número de tomadas e de interruptores deve ser baseado no VA, sendo que após as medições de cada ambiente, é possível saber as quantidades adequadas. 

Vale ressaltar que existem duas divisões para as tomadas: as de uso comum e as de uso específico, sendo que estas são preparadas para serem utilizadas por eletrodomésticos que demandam maior carga de energia para o seu funcionamento. 

É importante sinalizá-las no seu imóvel garantindo que cada equipamento seja ligado no local correto. 

03. Divisão da instalação em circuitos terminais

Depois de estabelecer o número de tomadas e interruptores, é possível fazer a divisão da instalação em circuitos terminais, sendo esse o processo para diminuir sobrecargas na fiação e as quedas de disjuntores. 

04. Posicionamento do quadro de distribuição de energia

Saber como fazer o posicionamento do painel de comando elétrico na sua casa é fundamental. Isso porque, com circuitos menores, é possível diminuir o custo com eletrodutos e condutores, de acordo com a distância entre esses elementos. 

A fixação inadequada de um quadro pode gerar problemas na instalação elétrica do imóvel, de modo que o posicionamento não se trata apenas de uma decisão estética, mas sim de uma questão estratégica e de segurança. 

05. Cálculo da potência total 

A etapa onde é feito o cálculo da potência total de um cômodo é essencial para entender a medida, em Watts, da demanda total do espaço.

Com essa informação, define-se o tipo de disjuntor que precisa ser utilizado na instalação elétrica da casa, evitando panes graves no sistema. 

06. Criação do circuito

Para criar um circuito elétrico são feitas ligações entre diferentes itens, que vão desde interruptores, passando por receptores e condutores, e chegando em geradores. 

Tudo isso ocorre com o uso de fios condutores, formando um trajeto fechado, que será responsável pela corrente elétrica da casa. 

Já que cada ambiente da residência precisa de uma quantidade de energia específica, os circuitos são feitos para atender a essas necessidades. 

Desse modo, é preciso que cada circuito seja ligado a um único disjuntor, já que sobrecarregá-lo pode trazer problemas futuros. 

Por isso, o meio mais seguro de criar circuitos é fazer as ligações entre os elementos e utilizar apenas um disjuntor para cada ambiente.

07. Distribuição dos dutos

Os dutos são as estruturas utilizadas em uma instalação elétrica, e que são muito importantes para uma empresa de cabeamento estruturado, por exemplo, já que ela vai utilizá-los para passar toda a fiação de um local. 

Eles podem ser inseridos na parte interna de uma parede, mas também estão sendo posicionados de maneira visível na casa, criando um estilo decorativo voltado para o industrial, que valoriza o imóvel. 

08. Ligação elétrica

Depois de investir em toda essa estruturação em um projeto, o profissional responsável pela ligação deve inspecioná-la, verificando se todas as etapas foram seguidas, para então começar a instalação. 

Com o sistema elétrico da sua casa funcionando, você poderá, então, utilizar o seu imóvel, de maneira que os equipamentos já podem ser posicionados e ligados às tomadas.

Além disso, depois da habilitação da energia em todo o imóvel, é possível fazer a instalação de câmeras de segurança, por exemplo, que poderão ser utilizada em conjunto com outros aparelhos sem que as fiações fiquem sobrecarregadas. 

Considerações finais

Planejar as instalações elétricas do seu imóvel pode ser fundamental para que se tenha maior tranquilidade no dia a dia, sabendo que a energia utilizada na casa não implicará em problemas futuros. 

Dessa forma, o uso de diferentes equipamentos ao mesmo tempo não será motivo para queda de disjuntores ou para panes que podem prejudicar todos os aparelhos da residência.

Por isso, contratar profissionais que atuem na área e tenham experiência com o desenvolvimento de projetos de instalação elétrica é essencial para garantir a segurança do seu imóvel. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

contato whats
Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

-