Afinal de contas, vale a pena recorrer a um consórcio de imóveis?

consórcio de imóveis
3 minutos para ler

Quando o assunto é a compra de uma propriedade, a dúvida entre realizar um financiamento no modelo tradicional ou aderir a um consórcio de imóveis pode vir à mente.

Muitos não sabem ao certo quais são as vantagens um consórcio oferece e, por isso, acabam abrindo mão de uma excelente oportunidade. Então, se você não quer cometer esse erro e aproveitar as chances que esse modelo de aquisição de imóvel oferece, continue lendo esse post!

O uso do FGTS no Consórcio de Imóveis

Uma prática comum no consórcio de imóveis é o uso do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), tanto para dar um lance maior para conseguir a carta de crédito como para quitar as parcelas do consórcio.

Mesmo que essa possibilidade também seja possível em um financiamento tradicional, é importante levar em conta que esse benefício se encontra ainda no consórcio e que, somado às outras vantagens, se torna uma excelente forma de comprar um imóvel.

Liberdade para usar o crédito

Quando for contemplado por sorteio ou lance, você poderá utilizar o valor obtido na carta de crédito para realizar a compra que for do seu interesse naquele momento.

Diferentemente de um financiamento, no qual você assume uma dívida de um imóvel específico desde o início, no consórcio você recebe um valor determinado para usar sem estar preso a um determinado bem. Isso, certamente, traz possibilidades mais interessantes de compra — sobretudo se considerarmos as constantes flutuações econômicas às quais o mercado está sujeito.

Inexistência de cobrança de juros

No consórcio, paga-se pela taxa de administração das parcelas do grupo consorciado e pelo fundo de reserva, que é diluído no montante total ao longo do processo. Já no financiamento tradicional, você estará sujeito às taxas de banco, que muitas vezes atingem valores exorbitantes aumentando muito o valor final pago pelo imóvel. 

Possibilidade de escolha de prazos e parcelas

No consórcio de imóveis, cada um adere ao plano de pagamento que pode quitar, não interferindo isso no montante total a ser alcançado. Além disso, a condição de prazos e parcelas costuma ser bem mais flexível que em um financiamento bancário

Para quem não tem pressa em adquirir o seu imóvel e quer fazer isso de forma que caiba no próprio bolso, essa é certamente a melhor escolha

Não exigência de valor de entrada

Se você quiser dar um valor de entrada como forma de aumentar suas chances no sorteio do consórcio e adquirir sua carta de crédito mais rapidamente, isso é válido — mas saiba que não é um pré-requisito para se aderir ao consórcio.

Já em um financiamento bancário, geralmente você precisa pagar 30% do valor do imóvel na entrada, o que pode limitar bastante as oportunidades de quem não tem esse montante no momento de comprar um imóvel.

Enfim, como podemos ver, o consórcio oferece vantagens que não devem ser negligenciadas por quem está interessado em adquirir um imóvel. Às vezes, a falta de informação adequada faz com que alguns compradores desconsiderem essa oportunidade. Mas, depois de ler este post, você não corre mais este risco!

Então, se gostou de saber como funciona o consórcio de imóveis, entre em contato conosco e conheça as possibilidades que oferecemos nesse modelo de negócio!

contato whats
Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

-